VICTOR KINJO
 

Cantor, compositor e pesquisador indicado ao Prêmio da Música Brasileira 2018 como Melhor Cantor (regional).

Nascido em São Paulo, começou a cantar na infância: música japonesa. Iniciado no piano aos 7 anos e no violão aos 12, foi influenciado pela música brasileira, norte-americana, latina e europeia da vitrola de seu pai e pela música pop da década de 90. Na juventude, aprofundou estudos no violão, piano e canto, compôs suas primeiras canções e apresentou-se em festas, festivais e encontros culturais. Bacharel em Ciências Sociais pela PUC-SP e em Economia pela USP, é mestre em Sociologia e doutor em Ciências Sociais pela UNICAMP, onde defendeu a tese “Cantos da Memória Diaspórica”.

Já apresentou-se em um diversos centros culturais, festivais e universidades do Brasil e do mundo como Itaú Cultural, SESC, 13rd Boston GreenFest, VI World Uchinanchu Festival, Harvard University, New York University, Universidade Federal do Mato Grosso e 18º Fórum da ONU para Questões Indígenas.

Atualmente, realiza pós-doutorado sobre música, ambiente e sociedade com projeto sobre a revitalização cultural do rio Tietê com apoio da FAPESP no programa Global Cities do Instituto de Estudos Avançados da USP.